quinta-feira, 21 de abril de 2011

F1 nas Escolas - F1 in Schools

 Em cima, ao centro da imagem surge o primeiro dos modelos por esta equipa desenvolvido, surgindo já as respectivas evoluções para a competição que se apróxima na cidade de Famalicão.


Estava eu dedicado ao meu Hobby, quando surpreendentemente sou confrontado com uma desconhecida realidade.
Para outro fim, encontravam-se três jovens rapazotes, que em mente transportavam outras interessantes loucuras e desafios.
Confrontados, foram transmitindo o envolvimento que abraçaram de cariz regional, com proporções que os podem levar até desafios de índole mundial. E as ambições pareceram-me mesmo muitas, dada a determinação demonstrada.

Afinal trata-se de um desafio que a partir das escolas, os extrapola para inovadores projectos que abraçam directamente motivos dinâmicos e aerodinâmicos. De nome "F1 nas Escolas" ou "F1 in Schools" quando levado ao limite das nossas fronteiras e num projecto denominado "Pense Indústria", promovido pela RECET (Associação dos Centros Tecnológicos de Portugal) é um projecto de interacção de meios humanos dispostos a batalhar com a finalidade de se conseguir percorrer no menor espaço de tempo, um percurso em linha recta, com um modelo fabricado em madeira de balsa num bloco só e movido com um mini propulsor de CO2 situado à retaguarda.
Passando por várias etapas, os 3 primeiros classificados das finais regionais apuram-se para uma final nacional, de onde sairá para uma final mundial, a melhor representante.
De entre as matérias apuradas, avaliam-se a Engenharia, a Inovação e a Melhor Identidade.
Trata-se afinal, do principal projecto desenvolvido em Portugal, na mobilização dos jovens para uma sensibilização nas áreas da engenharia, tecnologia, empreendedorismo e inovação.


Revisto o modelo em design e aerodinâmica estes jovens surgem movidos de naturais ambições.
Mas o nosso cruzamento aconteceu, justamente por não só se tentar a diminuição da resistência ao ar, mas também porque outros factores tomam importância preponderante na luta contra o tempo. E assim, pesquisavam a adopção de eixo e micro-rolamentos, justamente o que no nosso mundo se vai utilizando. Daí a coincidência, pois não perdi o ensejo para lhes poder proporcionar a maior entrega de conhecimentos que lhes podesse ser útil para o fim desejado, pois parece-me do maior reconhecimento, o louvável projecto a que estes jovens se dedicam.


Aqui fica também um pequeno resumo dos membros da equipa e as suas principais funções dentro do projecto:

Pedro Ferreira - Resources Manager
O marketing é também uma das mais fortes apostas de qualquer equipa inserida neste projecto, e o director de recursos da nossa equipa ficou encarregue de planear financeiramente este projecto, mas também de ser a cara da equipa nos meios de comunicação.


João Melo - Manufacturing Engeneer
Em conjunto com Marvin Tortas, João Melo irá ser o responsável por toda a concepç~
ao final do carro (lixagem, pintura e acabamentos).



Luís Fernandes - Team Manager
Desde o início do projecto que a equipa tem sido orientada pelo director que delineou com o máximo cuidado todos os passos que toda a equipa deveria seguir, de modo a obter o máximo rendimento com vista aos melhores resultados.

Marvin Tortas - Manufacturing Engeneer
O carro, a parte mais importante do projecto está a cargo do engenheiro de produção cuja tarefa é preparar o carro da melhor forma, estando ao seu critério o tipo de tintas, lixas e tipo de pintura a ser utilizada.



Ricardo Costa - Design Engeneer
O objectivo desta competição é a criação de carro rápido e capaz duma boa aerodinâmica e engenharia. Ricardo Costa foi o elemento escolhido para o efeito, devido aos conhecimentos efectivos de software a utilizar e também pelos vários conhecimentos acumulados de engenharia e física que possui.
Foi-lhe também atribuída a missão de piloto da equipa pois é piloto de Karting, o que lhe deu to traquejo necessário para lidar com as reais pressões exigidas numa corrida (Knock-out).


Tiago Sousa - Graphic Designer
Com vastos conhecimentos de informática, Tiago Sousa ficou com a tarefa de criar toda a identidade visual da equipa, de modo a proporcionar a melhor impressão estética da equipa.O carro, uma das parters mais importantes deste projecto, está a cargo do engenheiro de produção cuja tarefa é preparar o carro da melhor forma, estando ao seu critério as tintas, as lixas e o tipo de pintura a ser utilizada neste projecto.


A equipa Light-Year é uma fusão da equipa GroundForce com a equipa 86 Overweels da época de 2010.
O nome Light-Year foi escolhido durante uma aula de Física e Química enquanto abordavam distâncias no espaço. Abordada a matéria, surgia a expressão "ano-luz", aproveitada desde logo por aqueles elementos por se enquadrar exactamente no conceito procurado com este projecto.
O slogan "A Light-Year ahead of you" pretende mostrar que por mais que os outros carros sejam rápidos, "a nossa equipa irá estar sempre um ano-luz à sua frente!", ironizam estes elementos ....


 Esta simpática equipa gostaria de contar com a vossa presença e apoio, no espaço circundante da Casa das Artes em Famalicão no dia 2 de Maio.

Qualquer apoio monetário seria também bem recebido, pois tratam-se sempre de projectos que envolvem alguns custos dificilmente cobertos pelos próprios.