sábado, 25 de agosto de 2012

Stark Slot




Em breve, o Renault Clio Maxi.

Trata-se de uma nova marca, cuja SlotCar Today conseguiu desvendar alguns dos seus segredos, através de uma longa conversa com os seus responsáveis.
Por trás desta marca, estão sócios à muito ligados ao mundo do modelismo, através de empresas ligadas à produção de modelos e peças em resina e compósitos e de outra ordem e capital social de diversas procedências. Embora 100% espanhola, o processo produtivo desta empresa encontra-se radicado em Portugal.
A Stark manifestava já num primeiro comunicado de imprensa, a intensão de realização de modelos em resina à escala 1/32 e produções limitadas a 300 exemplares, sem que que viessem a realizar reedições ou outras versões sobre essas mesmas bases.
Para primeiro modelo e a surgir dentro de 15 dias, teremos o Renaul Clio Maxi com que Jean Ragnotti paricipou no rali Monte carlo em 1995, e será produzido tal como anunciado, numa quantidade de 300 exemplares. Será fabricado em resina não artesanal, mediante processos de câmara de vácuo e grande controlo de qualidade e serão posteriormente pintados e decorados industrialmente. O seu chassis será metálico e representará uma gama universal do tipo clubman que receberá um motor Mabuchi de caixa pequena. As jantes serão de alumínio e receberá ainda um íman de neodímio. Os interiores serão pormenorizados e detalhados à mão, os decalques serão da Cartograf e receberá ainda zincogravuras para pequenos detalhes como os limpa-pára-brisas e a marca do modelo.
Trata-se de um modelo RTR (Ready to Run - pronto a correr) apresentado numa embalagem plástica clássica dos fabricantes de Slot. Tudo isto para facilitar a contenção de custos e proporcionar um preço final interessante e que se desvendará apenas na altura em que se disponibilzarem as primeiras imagens reais desta produção.
Esta será uma das políticas comerciais da Stark, não dando a conhecer as suas novidades antes de se poderem mostrar imagens definitivas dos mesmos, já à escala. Sabe-se no entanto já, que a próxima produção recairá no Ford Escort RS 1800 de Richard Burns, desvendou a própria Stark numa nota de imprensa, onde se dão a conhecer ainda os prováveis modelos que se lhe seguirão, o Citroën BX 4TC de Jean Claude Andruet no Montecarlo de 1986 e o Subaru Legacy RS de Colin McRae na mesma prova em 1992. Tratam-se de modelos de similar popularidade enquanto associados a uma temática, o Rali de Montecarlo.
Desenho próprio, produção própria e gestão comercial própria, tudo para dessa forma poderem controlar ao máximo o preço final. Para nós portugueses, é sempre bom saber que tanta exigência a passar por Portugal, certifica que o que por cá se vai fazendo, corresponde a elevados padrões de qualidade e se calhar, também de preço.
Fiquemos então a aguardar pelas primeiras imagens a disponibilizar, para podermos verdadeiramente apreciar o que se espera venha a ser, uma obra-prima.
Força Stark.
Agradecimento a António Morgado, que nos trouxe esta notícia.