sexta-feira, 26 de julho de 2013

Campeonato GT's NSR - 2ª prova


 Com a participação de 13 pilotos, decorreu a segunda prova do Campeonato GT específica para os modelos do fabricante NSR. E a competir encontramos os Corvette, Porsche e Audi, isto enquanto não chega por cá o novíssimo Aston Martin.
 A formula habitual do decorrer da prova, foi desta vez alterado a título de experiência, tendo dado óptimos resultados. Deixou de se fazer várias mangas, aumentando-se as calhas virtuais. Os habituais participantes estiveram presentes, contando-se agora com a participação de Carlos Alvim (Kikas) que há já algum tempo se encontrava afastado e ainda de César Amorim.
 De grande relevância foi o desempenho de Paulo Mendes que viria a vencer a prova com enorme vantagem, dado que usufrui de um Audi soberbamente preparado e pilotado com toda a mestria.
César Amorim comprovou as indicações que ainda esporádicas, nos tem transmitido. Trata-se de um jovem que por razões várias não tem conseguido participar assiduamente, mas sempre que o faz demonstra uma invejável maturidade.
A mesma indicação é dada pelo novato David, que nos tem paulatinamente vindo a surpreender. Capaz de invulgar domínio frente às disputas com os concorrentes directos, tem sistematicamente demonstrado maturidade, consistência e rapidez. Trata-se de um elemento a ter em consideração, pois poderá não demorar muito o surgimento de uma grande surpresa.
 Os grande candidatos à vitória cedo se resignaram perante o andamento imposto por Paulo Mendes, tendo Luís Azevedo e Augusto Amorim discutido os lugares seguintes. Para a quarta posição, Rui Mota acabava por usufruir dos azares de Bruno Martins, mas sofria enorme pressão por parte de Paulo Gonçalves e David Azevedo, estes separdos apenas por metros.
 Menos competitivo encontrou-se José Pedro Marques, que se via na classificação final atrás de David Azevedo, mas conseguia impor-se a Mika Monteiro.
Francisco Matos era batido por César Amorim, Bruno Martins e ainda pelo pequeno David, ocupando a 12ª posição. O último lugar pertenceu ao estreante Kikas, pois foi fortemente penalizante pelo desconhecimento do carro, mas sobretudo da pista. Este consagrado piloto já com provas dadas, nunca tinha rodado neste traçado, razão pela qual a falta de domínio da situação se mostrou crucial e acabaria por definir sem surpresa a sua posição final.
 No pódio, Paulo Mendes ladeado por Luís Azevedo e Augusto Amorim.