terça-feira, 24 de setembro de 2013

Porsche Moby Dick - Comparativo

Agora que já tivemos o grato desejo de ver editado o famoso Moby Dick por parte da Sideways, torna-se possível uma observação comparativa com o seu irmão mais velho do fabricante alemão, Carrera.
No imediato o que realça entre ambos, são a diferença de cores do vermelho e também a diferença na dimensão das rodas de ambos.
A Sideways disponibilizou-nos uma refinada obra de arte, enquanto ficamos com a clara sensação de termos recebido por parte da Carrera, um tanque. É no entanto alguma ilusão, apenas proporcionada pelo extremo peso deste resistente brinquedo, já que quanto às suas linhas, muito haverá a elogiar,

O modelo Carrera mostra-se ligeiramente mais comprido, mas substancialmente mais alto. Este será porventura o aspecto menos agradável e proporcionado por um conjunto de pneumáticos exageradamente dimensionados, mas que servirá os intentos deste fabricante, já que as suas produções destinam-se sobretudo ao consumo caseiro e como tal, encontra-se apto para os maiores obstáculos que possam surgir num consumo essencialmente dirigido a uma classe etária baixa e sem grandes apetências para o modelo da competição com que alguma frequência nos deparamos na nossa ligação ao mundo dos slot car.

Não nos deixemos no entanto enganar pela extrema pureza com que a Sideways nos brindou, já que a concorrente Carrera, apenas se posiciona poucos furos abaixo. Linha igualmente bem conseguida, perderá sobretudo nos pormenores de fineza a que não se poderá dar ao luxo de reproduzir, pois hipotecava algumas das garantias de que faz honra manter. Trata-se apenas da robustez e solidez com que certifica a totalidade das suas criações, penalizando-se assim sobretudo no aspecto do peso e da perfeição de que estamos certos, conseguiria com facilidade.
A secção frontal mostra-se no modelo Carrera, alta, enquanto o rival se mostra duma analogia com a realidade, verdadeiramente surpreendente.
As rodas traseiras algo exageradas no modelo Carrera, talvez pequem por alguma falta de tamanho no Sideways, mas onde o modelo italiano ganha verdadeiramente, é na reprodução dos tampões. Simplesmente, perfeitos....

O óculo traseiro na reprodução da Sideways é amarelado, tendo a Carrera ignorado este pormenor.
Muito similares ao nível das linhas gerais, pouco sobressairá, para além da diferença cromática ao nível dos vermelhos.


Mais finas no modelo Sideways, as grelhas de arejamento existentos nos guarda-lama, encontram-seno entanto, muito equivalentes.

Ao nível das opticas, o fundo branco no modelo Carrera torna-se muito irreal, mas é necessário lembrar que este modelo vem dotado de sistema de iluminação.
Mecânicamente, uma disparidade completa ao nível de conceitos, com o modelo Carrera a poder seguramente enfrentar uma prova lenta mas com a duração de 2 meses, e o da Sideways uma de curta duração mas de velocidade pura.