terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Porsche 961 - Le Mans Miniatures



Em 1986, a Porsche avança para a clássica francesa, estreando-se numa nova tecnologia que havia posto ao serviço da marca através do seu revolucionário Porsche 959. Para tal, pegou nesse mesmo modelo e depois estudadas as respectivas transformações mecânicas e aerodinâmicas, rebaptizou-o  com a nova designação de Porsche 961.
Este projecto mostrou-se à dupla René Metge / Claude Ballot-Lena, os pilotos eleitos oficialmente
para conduzirem este 961 durante as 24 horas de duração da prova, como um cavalo selvagem que lhes exigia todos os dotes de pilotagem.
 As dificuldades causadas pela tracção total mostrou-se no entanto fiável e fizeram no final parte, com a sua sétima posição, da lista dos sete Porsche's que preencheram as sete primeiras posições nesta edição de Le Mans. O 2.8L de seis cilindros resistiu, bem como o sistema de transmissões que complicaram os dotes de pilotagem dos eleitos para levar esta inovação tecnológica até final desta maratona mecânica.
 E que dizer então, desta obra de autoria da Le Mans Miniatures? Apenas, que não há nada a apontar. Poderemos referenciar apenas que a sua reprodução em resina, será o suficiente para não fazer dele um ás das pistas de slot. A sua mecânica não é também uma referência e portanto, não poderemos contar com ele nos pódios, mas estará certamente nos escaparates de mostragem dos modelos de eleição.




 Mecânicamente e à imagem de exemplos anteriores, a Le Mans Miniatures poderia ter apostado num berço Slot.It, o que lhe garantiria certamente outras aptidões dinâmicas.


Em baixo, o mesmo modelo mas estático e à escala 1/43.