sábado, 8 de outubro de 2016

Audi R8 Slot.It - Chegou a bomba invencível?

 
Se a BMW se estreou a vencer em Le Mans no último ano de século XX, a Audi, depois de uma estreia prometedora em 1999 através dos seus modelos R8C e R8R, estreou-se a vencer na mesma clássica no primeiro ano do século XXI, por intermédio do seu, apenas, R8.
 Relembremos que a Slot.It se estreou no mundo da comercialização de modelos, através de um Audi R8C na sua versão de testes, completamente negra. Posteriormente, surgiriam as versões decoradas e participantes de algumas provas, nomeadamente as versões de Le Mans de 1999.
Mais recentemente este fabricante foi-nos fazendo chegar as poderosas versões LMP1 dos R18 TDI e R18 e-tron quattro, inclusivamente equipados com o revolucionário sistema de tracção integral por si desenvolvido e que de algum modo aproxima estas miniaturas da realidade. Se disso se tira partido prático, vai alguma distância, mas a originalidade ninguém lhas tira.
Mas chegou a hora da chegada desta linhagem dos quatro anéis que deu a primeira vitória à marca germânica nesta clássica e que permitiu um ascendente de notável número de vitórias consecutivas na prova francesa e por todo o mundo. De facto, iniciou-se aqui um ciclo que começou a fazer perigar os recordes que datam de alguns anos, conseguidos pela Porsche em Le Mans.
 E depois da Scalextric/SCX nos ter já feito há já alguns anos chegar este histórico da Audi, finalmente vê-mo-lo nas nossas mãos numa prometedora criação italiana. E a primeira referência da Slot.It, é justamente deste que marcou um histórico percurso com a vitória em Le Mans. E por isso, merece as honras de edição especial e limitada a 4000 exemplares, em embalagem de cartão e de efeito extremamente belo, já que se serve das côres do próprio modelo, enriquecida com linhas e côres que definem na perfeição o modelo que se integra no seu interior.
E esta carroçaria está também ela muito bem reproduzida, sobretudo em termos de escala. De proporções exactas, esta sobriedade de linhas espanta pela sua beleza.
 Na realidade, estes R8 gastavam pneus frontais de perfil mais baixo que os traseiros, mas a Slot.It manteve erradamente o mesmo diâmetro em ambos os eixos.
Mas é da falta de qualidade dos moldes que nos podemos mais queixar. A fazerem-se perfeitamente notar as uniões das várias peças destes, é aqui que a carroçaria vai merecendo alguns pontos negativos.
Não fora isso, bem poderíamos afirmar estar-mos perante uma das melhores peças deste fabricante, isto porque, para além da própria estética do modelo em si aliada à boa reprodução apresentada, terá tudo para vir a tornar-se num dos melhores exemplares de sempre, prevendo eu que no campo dos LMP, acabará por não vir a ter rival à altura.
 E se a falta de qualidade nos acabamentos começa já a ser prática e imagem corrente da Slot.It, merece uma chamada de relevo, o facto dos eixos casarem na perfeição com as cavas das rodas da carroçaria, erro que parecia estar a tornar-se crónico neste fabricante.
Mas para o capítulo da dinâmica, confrontamo-nos com uma carroçaria da altura das rodas e cuja ausência de capota é uma realidade, o que ajudará no abaixamento do centro de gravidade geral do modelo. Estará apenas a penalizar este exemplo de linha, a existência do ailerons, mas isto é algo a que nenhum outro modelo consegue escapar. Não esteja a utilização de suspensões inviabilizada por uma qualquer razão, o que também não cremos, e estamos certos, vai tornar-se num raro exemplo de rapidez difícil de ser batido.
 Nos stickers publicitários este fabricante também não poderá ser tido como exemplo, com vários aspectos a poderem ser apontados. No entanto, no geral, poderemos atribuir-lhe nota de elevado nível, até porque estamos perante um modelo de competição, não podendo ser visto como modelo de estante.