terça-feira, 27 de março de 2018

Mc'Laren M23 - Slot Racing Company - Nasceu uma jóia

Estávamos no ano de 1973 e no Grande Prémio da Suécia e Denny Hulm encontrava-se na oitava posição da grelha de partida, mas acabaria por levar de vencida pilotos como Ronnie Peterson, François Cévert, Jackie Stewart, Carlos Reutemann, Jacky Ickx e James Hunt que se encontravam à sua frente.
O seu carro, era um Mc'Laren M23 e batia os rivais Tyrrell-Ford, Brabham-Ford, Ferrari, March-Ford e Lotus-Ford.
E haveria este feito de chegar ao mundo dos slot car em 2018, através do fabricante Slot Racing Company em comunhão com a Original Slot Car.
E a verdade é que este modelo limitado a 1015 exemplares, se encontra excepcionalmente bem reproduzido. Tê-lo na mão, é um verdadeiro regalo à nossa vista. De linhas soberbas e com as proporções a roçarem a perfeição absoluta, complementa-se ainda com a utilização de jantes e pneus como raramente conseguimos vêr. Olhar para ele, é muito próximo de estar-mos a olhar para o modelo verdadeiro.

Na imagem de cima, o neozelandês Denny Hulm festeja a vitória na companhia do segundo classificado, o sueco Ronnie Peterson.
 Além das maravilhosas linhas da sua excepcional reprodução, poderemos também enaltecer a bela decoração com que se encontra tampografado. O vidro do cockpit, em tom ligeiramente amarelado, está também correcto.
A fazer lembrar os modelos da Fly, também este belo Mc'Laren se encontra dotado de rodas direccionais ligadas ao patilhão. Mas tal como a imagem inferior nos permite observar, as molas da suspensão do trem dianteiro também lá se encontram, apesar do seu duvidoso efeito.
 Mas, apesar da suprema imagem que o fabricante foi capaz de lhe conferir, acaba por não nos preencher a gula de poder-mos observar tão bela máquina no capítulo competitivo.
Encontra-se dotado de um micro-motor, tal como o faz a Policar com os seus actuais modelos de Formula 1, mas com todo o conjunto a parecer-nos demasiado frágil para a componente competitiva. Além do mais, a sua montagem parece encontrar-se com carácter definitivo, isto é, na eventualidade de desgaste de algum dos seus componentes, substitui-lo, será tarefa impossível pela impossibilidade da sua desmontagem. E parece-nos até por essa razão, despropositado ver-mos a confirmação através de um autocolante na tampa deste conjunto, alusivo ao equipamento mais apurado para a componente desportiva e identificado por "Chrono Parts Included".
Muito embora este Mc'Laren se encontre num patamar muito superior relativamente às anteriores edições de F1 deste mesmo fabricante, por se apresentar dotado de um conjunto de órgãos que lhe conferem um dinamismo muito mais eficaz, a competição parece-nos no entanto ainda algo distante do desejável. Uma pena, pois gostaríamos de poder vêr tanta beleza a ombrear com as excepcionais criações da Policar.