segunda-feira, 27 de maio de 2013

Campeonato GT's 2013 - Segunda prova

 Teve lugar nas instalações do GT Team Slot Clube, a segunda prova do Campeonato GT's.
 Como novidade de realce, a presença de Nuno Lima e Carlos Jesus, dois apaixonados novatos a darem os primeiros passos na modalidade.

A juventude esteve presente tanto do lado dos participantes, como dos observadores, numa clara prova de que a modalidade começa a atrair novos valores.
 O parque preencheu-se com uma interessante variedade de modelos de três fabricantes distintos.

 A primeira das partidas preencheu-se com um rol de pilotos de gabarito. Eram eles, Paulo Mendes, David Azevedo, Luís Azevedo, Paulo Gonçalves, José Pedro Marques e Augusto Amorim.
 Esta manga foi insolentemente dominada por José Pedro Marques cuja condução e domínio do seu Saleen se impuseram de forma categórica à restante concorrência. Embora Augusto Amorim tenha apostado no mesmo tipo de máquina, viria no entanto a ser batido por Luís Azevedo no único Ferrari F40 presente. Paulo Mendes que havia dominado com o seu fantástico BMW Z4 a primeira jornada, desta feita via-se relegado para a quarta posição a escassos metros de Augustro Amorim, o que comprova a subida de nível geral das máquinas presentes nesta segunda prova. A luta entre David Azevedo e Paulo Gonçalves a digladiarem-se ambos com os Mc'Laren da Slot.It, havia de se mostrar favorável ao primeiro, após intensa luta que viria a culminar com o diferencial de uma volta entre ambos. Ficava a faltar então, o resultado da segunda manga para definir a tabela de ordenação geral das posições.

 E para a segunda manga, alinhavam Bruno Martins, Carlos Jesus, Nuno Lima e José Pedro Mota.
Iniciada a contenda, de imediato ficou claro que seria Bruno Martins e o seu Saleen a ditar o ritmo da prova. No entanto, uma inesperada perda do eixo frontal, viria a impossibilitá-lo de uma boa classificação final, abrindo as portas para que Rui Mota se viesse a impor nesta manga, já que José Pedro Mota acabaria por ser a maior vítima dos percalços causados pela presença da juventude. E nesse capítulo, Carlos Jesus imporia o seu Mc'Laren ao BMW Z4 com que Nuno Lima havia apostado na véspera. No entanto, referir que ambos os estreantes souberam dignamente confrontar-se com os mais experimentados pilotos presentes.

No final, referir que apenas Rui Mota havia de se conseguir intercalar entre os pilotos da primeira manga imediatamente à frente de David Azevedo, mas muito longe de Paulo Mendes.
 Uma certeza ficou no ar, ou se tem um Saleen, ou vai ter que se suar muito....
 José Pedro Marques venceu e convenceu, releagando Luís Azevedo para a segunda posição, cabendo a Augusto Amorim o terceiro lugar.
Parabéns a todos quanto participaram mas sobretudo ao vencedor e aos dois novatos que nada se intimidaram no meio dos experienetes pilotos com que tiveram de se bater.

Para aceder à classificação, clique aqui.