domingo, 8 de janeiro de 2017

Troféu NSR Aston Martin & Porsche - A primeira prova

 Arrancou já a temporada de 2017, numa jornada inédita e levada a cabo pela organização do GT Team Slot Clube.
Trata-se de um campeonato em que cada piloto participante poderá apostar em participar apenas com um dos modelos permitidos, ou se assim o considerar, poderá competir com ambos os modelos. E no final, a classificação far-se-á por modelo mas também pela conjugação pontual conseguida tanto por um modelo, como pelo outro.
 E tivemos nesta primeira jornada a grata presença dos dois habituais pilotos de Viana do Castelo, mas também de dois pilotos oriundos do Porto, o Diogo e o Nuno Abreu e ainda do vimaranense, Carlos Afonso. Desde já nos congratulamos com ambas as presenças, no que constituirá também para nós a confirmação da competitividade que neste clube se vive.

 As mangas decorreram com a repartição no equilíbrio de modelos, tendo havido quatro mangas e onde a totalidade dos presentes apostou em participar com cada um dos carros.

 Houve lutas intensas, mas houve também modelos a causar grandes dores de cabeça aos pilotos, já que inexplicáveis comportamentos de alguns dos carros, sobretudo dos Porsche, obrigavam alguns pilotos a condução extremamente cuidada.

 Mas notava-se no geral, que existe alguma supremacia por parte dos Aston Martin sobre os Porsche, embora Augusto Amorim tivesse surpreendido com o seu Porsche, já que o seu andamento levá-lo-ia mesmo ao terceiro lugar absoluto e óbviamente, melhor dos modelos germânicos.
 Mas no final e após intensas lutas, era Paulo Mendes a conseguir a melhor posição absoluta desta primeira jornada e com notória supremacia sobre Rui Mota, o segundo classificado absoluto, ambos em Aston Martin, logo seguidos de Augusto Amorim no melhor dos Porsche, apesar de, com o mesmo número de voltas e igualmente em Porsche, ter ficado Paulo Mendes, afinal, este último, o melhor dos pilotos também na classificação conjunta dos dois modelos. Mas ainda com o mesmo número de voltas, encontrava-mos também Augusto Amorim, agora com o seu Aston Martin. Foram pois estes dois pilotos os que melhor se adaptaram a esta inovadora fórmula de campeonato. Quem conseguia igualmente brilhar, era Carlos Afonso, a conseguir cumprir o mesmo número de voltas com ambos os modelos e a ocupar as 7ª e 8ª posições absolutas, tendo mesmo direito a uma subida ao pódio nos Porsche.
Diogo e Nuno Abreu deram também nas vistas com o Aston Martin, ao conseguirem as 9ª e 10ª posições absolutas respectivamente, relegando para trás de si alguns dos pilotos locais. Ainda que com modelos distintos, tivemos os pilotos vianenses a lutar pela 17ª posição da geral, com a vantagem a pender a favôr de Nuno Mendo sobre Luís Pinto. Nuno Abreu, Nuno Mendo e Rui Mota acabariam por ter classificações desastrosas com os seus Porsche, o que os relegaria para a cauda da tabela classificativa.


 Mais uma jornada de intensa animação, mas sobretudo onde nunca faltaram o verdadeiro espírito de combatividade mas também de excelente convívio.
 Augusto Amorim, o rei dos Porsche, seguido de Paulo Mendes e de Carlos Afonso.

Paulo Mendes acabaria como o melhor dos Aston Martina e vitória absoluta, seguido de Rui Mota e Augusto Amorim.

E assim se iniciou no GT Team Slot Clube mais uma temporada da modalidade e onde se espera que muitas outras intensas batalhas se venham a seguir.