terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Regresso vistorioso do azul e verde


A Porsche, no tempo dos fantásticos 917, marcou a sua presença em Le Mans com várias máquinas que acabaram mesmo por se eternizar.
1970 recebeu vários modelos e em duas versões distintas. Na sua versão K, ou seja, cauda curta, o modelo com o dorsal 23 e pertença do Team Austria acabaria por dar a primeira e histórica vitória à marca. Na segunda posição e inscrito pela patrocinadora "Martini" viria a classificar-se o modelo 917 LH, ou seja, cauda longa. Na época, as tendências hypie chegaram também ao automobilismo e esse modelo haveria de ser decorado de acordo com essa moderna tendência, acabando por ficar conhecido como  "Porsche Psicadélico".
O azul e verde dominantes da sua decoração, proporcionam uma combinação cromática que não nos deixa indiferentes, ao ponto de se ter podido ver este ano, volvidos 43 anos e no decorrer das 24 Horas de Daytona, um recente modelo, decorado segundo a mesma combinação cromática e grafismo.
 O modelo, um Porsche Cayman.
Inscrito no Classe GX, este viria a dominar e a vencer a mesma.
 Aqui poderão apreciá-lo, em todo o seu esplendor.


 O 917 psicadélico participou nos treinos apenas pintado de azul e branco. Depois de uma recolha de tinta verde pela cidade de Le Mans, foi possível fazer-se uma serãozada e apresentá-lo no dia seguinte na grellha de partida, todo bonitinho.
Esta dica foi-nos gratamente trazida pelo amigo, Rui Queirós.