sexta-feira, 15 de julho de 2016

Policar - E chegou o F40

O Ferrari F40 era com alguma naturalidade ansiado, já que embora nosso conhecido por intermédio da Slot.It e muito embora o modelo da Policar tenha a mesma origem, era um modelo descontinuado enquanto ostentava o nome do primeiro fabricante.
Mas as suas características dinâmicas julga-se, poderão dele fazer um excelente modelo GT e que poderá por essa razão e muito naturalmente, rivalizar com as mais recentes produções da mesma categoria de outros fabricantes.
 A versão escolhida foi a de Road América no ano de 1990 e onde se classificaria na segunda posição.
 Estamos perante uma versão ao mesmo nível das de produção Slot.It, mas com algumas evoluções, mas também algum recuo.
 O modelo em si não espante, pois já o conhecíamos bem. Mantém a mesma qualidade que já se lhe conhecia, mas a carroçaria surge com uma pequena novidade, que não tira nem põe qualquer performance adicional.
 Ao mesmo tempo, essa pequena modificação ficará para os mais entendidos a justificarem, pois parece-me não haver relação alguma entre esta modificação e a realidade.
 O pequeno capôt frontal onde se situa parte do dorsal 40, recebeu agora três derivas verticais, ao invés da única conhecida e apresentada em todas as anteriores edições.
 Na verdade, não consegui encontrar nenhuma imagem do modelo real, que comprovasse este pormenor alterado. E no entanto, as versões de Road América e Topeka receberam no capôt frontal e acima das rodas, grelhas de arejamento do ar que circula por dentro das cavas. Mas afinal, na miniatura estas não constam.
Outro pormenor de incorrecção, prende-se com a janela do lado direito. Como se torna possível observar na imagem que abaixo se mostra, a janela direita tem o mais comum sistema de abertura adoptado nestes modelos de competição. Já no lado esquerdo, surge a característica rede de protecção muito usada nos campeonatos norte americanos. Na miniatura, optou-se pela utilização da rede em ambas as janelas, o que representa numa incorrecção do lado direito.
Em baixo e por comparação, poderemos verificar como as primeiras versões tinham apenas uma desses derivas verticais.
 Façamos agora um comparativo com a versão original da Slot.It e com o agora chegado da Policar, para vêr o que foi evoluído entre ambas as edições.
 O chassis, foi sujeito a uma revisão completa. Recebe agora originalmente um berço para motor de caixa pequena, mas em posição sidewinder. Inicialmente, este vinha em berço com montagem do motor inline. Embora ambos os chassis possibilitem a montagem de berço de motor em posição anglewinder, exclui-se incompreensivelmente a possibilidade de montagem de suspensões laterais.

 A imagem de baixo mostra-nos melhor a diferença entre ambos os capôt's centrais, mas mostra também a ausência dos esticadores que vão da frente até ao lábio mais inferior, na versão Policar. A versão verdadeira, contempla os ditos esticadores.

 As diferentes janelas, em ambos os casos.



 Se do lado direito a versão da Policar se encontra incorrecta, já do lado esquerdo ambos se encontram correctos.
 Na traseira, a versão Policar perde o gancho do reboque, uma irrealidade.


 Na frente, o gancho do reboque é igualmente suprimido, mas aqui de acordo com a realidade.
A imagem de cima mostra-nos uma outra incorrecção, já que a parte mais inferior do lábio frontal deveria ser preta, mas a Policar absteve-se de aperfeiçoar esse pormenor.

Abordemos agora a questão dos pesos. Terão também aqui  havido alterações?
Sim, também aqui houve trabalho de casa. A Slot.It continua a surpreender neste particular, pois tem sido uma constante o trabalho neste sentido, em quase todos os seus modelos. E de 76.3gr. que o F40 tinha originalmente, este passou agora para uns incríveis 69.1gr.
Analkisemos então, de onde virá a diferença. Muito deste ganho, provirá da adopção do motor em posição sidewinder. Conseguiu-se assim suprimir a mais pesada cremalheira com centro em latão, adoptando-se uma cremalheira quase totalmente plástica. Mas também seganhou, à custa duma pequeno ratoeira que nos pregara. É que as jantes traseiras são agora plásticas e de encaixe no eixo por pressão. Algo absolutamente desagradável e que não irá certamente ao encontro dos apaixonados das competições.Além disso, isto começava a caír em desuso.

 E as carroçarias? Aqui sim, trata-se de um ganho efectivo e onde se desceu de 23.2 gr. para 21.9gr. Aqui somos obrigados a tirar o chapéu a mais esta bela cartada da Slot.It. O que parecia quase impossível, dada a já extrema fragilidade deste órgão, parece não ter constituído obstáculo a este sempre surpreendente fabricante

 Mas é de facto no chassis que reside a maior disparidade em termos de peso, entre ambas as edições.
Parabéns Policar (Slot.It), por rejuvenescerem este ícone do cavalinho italiano.