quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Campeonato GT Ninco - Primeira prova

 Teve lugar esta  sexta-feira última nas instalações do GT Team Slot Clube, a primeira das cinco provas do campeonato GT Ninco da época de 2014, levadas a cabo por este clube.
 Desta feita, foi a pista Carrera a eleita para receber a variedade de máquinas disponibilizadas por este fabricante, onde se integram modelos mais antigos, mas também dos mais recentes.
 Tendo sido a prova de abertura do campeonato, houve necessidade como habitualmente, de se recorrer à prova de qualificação, para posteriormente se definirem as mangas.

 E tal como vem sendo hábito, também a moldura humana preencheu mais uma noite de competição onde não faltou animosidade, apesar do fortíssimo andamento imposto por Bruno Martins, que viria a permiti-lhe chegar à vitória com alguma facilidade.

Mas a luta entre pilotos era ao nível dos carrinhos, já que o excelente ambiente vivido permite invariávelmente, que o convívio seja por vezes verdadeiramente hilariante.

Modelos alinhados para o início da jornada, encontrando-se em primeiro plano, os modelos que viriam a ocupar a segunda manga.
A prova decorreu com grande animosidade, com Rui Mota a vencer a primeira das mangas e David Fernandes a ocupar a segunda posição, demonstrando o quanto tem evoluído este pequeno piloto iniciado na modalidade no final do ano transacto.
A segunda manga recebia os pilotos mais fortes da jornada e de onde sairia o vencedor, Bruno Martins. A oposição vinha por parte de Augusto Amorim, já que Paulo Mendes e José Pedro Marques, ver-se-iam penalizados por problemas mecânicos.
No final, Rui Mota viria a impor-se a Augusto Amorim, mas uma inspecção técnica viria a relegá-lo para a desclassificação, já que os pneus do seu Ford GT não cumpriam a altura mínima estabelecida no regulamento.

 Assim, o pequenito David viria a ter a sua estreia nos pódios, tendo ascendido à terceira posição final, enquanto mostrava também a valia da sua aposta no modelo Lexus.

Em baixo, os três homens que mais brilharam neste início de campeonato para modelos da categoria GT de fabrico Ninco, onde Bruno Martins uma vez mais impôs um andamento verdadeiramente diabólico.