sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Os Volkswagen Carocha / T1 - Scalextric - O que se editou e o que está para vir


 A Scalextric tem vindo a apostar no histórico modelo carocha da Volkswagen para recriar alguns dos feitos conseguidos por este ícone da marca alemã. A recriação iniciou-se com uma versão standard americana, e fácilmente reconhecida pelos característicos pára-choques de castelos elevados e munidos de um reforço superior e cuja carroçaria foi ainda ornamentada com uma segunda cor, transpondo depois o modelo para algumas versões relacionadas com participações em ralis.

Curiosa a grelha existente no capôt frontal, mas que por óbvias razões, acabamos por não a vêr reproduzida.
Infelizmente, a versão participante no Rali de Monte Carlo veio igualmente reproduzido com os pára-choques americanos, o que não corresponde à realidade desta versão.
Os tampões estão também a mais, já que participou sem estes elementos. O que está a menos, são os piscas adicionais que este modelo gastou e existentes nas colunas da capota entre as janelas laterais.
Este modelo possuía também umas tomadas de ar laterais para o motor, mesmo atrás da janela traseira lateral. Também vimos este pormenor excluído da versão de slot, o que acaba por torna-lo num mini-modelo bem longe da realidade.



Já a versão Pequim/Paris recebeu os pára-choques devidos e correspondentes à versão europeia, sem os reforços a que o modelo se via obrigado no continente Norte Americano, mas a matrícula frontal, constituída por uma placa vertical, no mini-modelo viu esta ser tampografada no próprio capôt, no local onde deveria surgir uma buzina suplementar.
Os tampões, ainda que não estando incorrecta a sua existência, correspondem a versões posteriores. Surgem os tampões espalmados correspondentes às versões de 1965 mas tratando-se no máximo de uma versão de 1962, a avaliar pelo nariz iluminador da matrícula traseira, estes deveriam ser os abaulados em formato de meia bola.
Pena também não se ter incorporado as pequenas pegas na extremidade traseira da capota, enquanto se nota também a inexistência dos dois farolins traseiros extra, um branco e outro vermelho. Mais difícil, seria a representação do capôt-motor aberto.



 Mas foi ainda editado uma terceira versão e agora correspondente à participação no Rali Internacional de Inglaterra de 1961, cujos pára-choques são já cromados e não cinzentos como nas três anteriores edições, bem como ainda os retrovisores e o farol suplementar da capota.

Uma pena não se encontrar qualquer foto do modelo original, para se poder confrontar a reprodução com a versão original.

 A Scalextric está a questionar a hipótese de vir a editar o mesmo modelo, mas rebaixado, tal como a imagem documenta.





Mas as versões das famosas "pão de forma" são o que se espera para muito breve e com natural expectativa, pelo que este furgão representou no mundo inteiro. Para além da versão que faz conjunto com o parceiro "carocha", será editada uma segunda carrinha isenta de grelha de transporte na capota e com outras cores.
Para os aficionados destas preciosidades, surgem agora bons tempos.
E agora, para quando o mais célebre de todos os carochas?