domingo, 6 de dezembro de 2015

Campeonato Todo-Terreno "One By One" - Segunda prova

 Decorreu sexta-feira última nas instalações do GT Team Slot Clube a segunda jornada dedicado aos modelos TT, em que se misturam as categorias T2 e T3, que embora competindo juntas disputam campeonatos distintos.

 O excelente convívio tem sido habitual e a sua transposição para as rivalidades na pista tem igualmente sido uma realidade.


 E um modelo que começa a mostrar uma intensidade guerreira e até agora quase devotado ao esquecimento, muito por culpa das excelentes performances do Bowler Nemesis, tem sido o Schlesser. Pelas mãos de Luís Azevedo e César Amorim, começam a mostrar potencialidades até à pouco desprezadas.



 Mas esta jornada trouxe-nos adrenalina até ao caír do pano, já que Luís Azevedo e o seu fantástico Schlesser T2, averbariam mesmo a vitória final absoluta, frente aos potentes e deliciosos T3 de Nuno Aguilar e Rui Mota. Um forcing final permitiram ainda a Rui Mota ascender à segunda posição, mas mesmo assim, não lhe permitiu destronar Luís Azevedo do primeiro lugar. Mais um excelente desempenho deste piloto estrela, que também nos modelos TT consegue demonstrar potencialidades como piloto, notáveis.
 Mas a luta foi verdadeiramente intensa e valeu a Rui Mota um despiste de Nuno Aguilar nos últimos segundos, para uma pouco provável troca de posições. Adrenalina pura, era o que se vivia nas instalações do GT Team Slot Clube.


 Mas se a luta pela vitória absoluta nos trouxe a surpresa de vêr um T2 a bater os modelos da categoria T3, a quarta posição de David Fernandes em Porsche 959 não deixaria de ser igualmente surpreendente, já que César Amorim em Schlesser e Augusto Amorim em Bowler, estavam sobejamente cotados como conjuntos aptos pela conquista das melhores posições.


 David Azevedo foi no entanto o piloto surpresa da jornada, já que conseguia um notável desempenho com o seu Bowler, ficando demonstrado que para as jornadas seguintes, haverá que contar com ele.

 Com máquinas menos capazes e por essa razão com dificuldades acrescidas, estiveram Marco Silva e Francisco Matos, que acabariam por competir nas posições da cauda da classificação.
E no final, houve ainda tempo para experimentar outros Porsche 959....