segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Este Alfa, já me encanta

Uma verdadeira surpresa, é o sentimento que me tem assolado a última criação do fabricante Slot.It.
 Depois de ter registado como melhor tempo 12,77" na pista permanente do GT Team, numa configuração em tudo básica, já que as únicas alterações sofridas relativamente à versão de caixa passaram apenas pela substituição dos pneus e do acerto de alguns parafusos para que melhorasse o trabalho de basculação entre carroçaria, chassis e berço do motor e depois de um sétimo lugar final numa prova de modelos de Grupo C. onde deixou dois daqueles modelos atrás de si, chegava a hora de dedicar alguma atenção mais séria no seu desenvolvimento.
O primeiro trabalho aconteceu no eixo da frente. Este vem de série, tal como os últimos modelos de última geração da Slot.It, assente em pequenos copos plásticos e a girar sobre suportes igualmente plásticos que encaixam no próprio chassis. O inconveniente deste sistema, é que para além do maior atrito relativamente aos bronzes deste fabricante, impossibilitam também o melhor acerto de altura do eixo. E ao variar-mos a altura dos pneus, o carro fica naturalmente com uma altura inadequada.
Como este modelo, por ser estreito, requer um bom apoio do eixo frontal nas curvas, teremos que optimizar então esta questão. Exposta esta conclusão, arranca-se para a sua correcção. Retiram-se tanto os copos plásticos como os encaixes do próprio eixo e no seu lugar, optamos pela montagem dos bronzes convencionais e iguais aos existentes no berço do motor, já que o chassis está preparado para os receber (vêr imagem de baixo) e para a regulação do eixo, recorremos ao uso de parafusos allen, tanto pela parte exterior, como interior.
 Nestas duas imagens, torna-se possível a observação do uso dos parafusos allen tanto em baixo como encima.
 Arranca-se para a pista e embora não sendo significativa a marca registada no cronómetro, pelo menos os 12,71" indicam que pior não ficou. Mas a estabilidade, essa deu para perceber que melhorou. Ficou bem mais seguro e proporciona agora um aumento de confiança em curva. Mas isto não chega e vai ser necessário deitar mãos à descoberta do que se pode melhorar mais.
 Mas antes disso, teima-se um pouco mais e melhores registos vão surgindo.

 Ao atingir os 12,67" percebe-se que insistir não nos levará aos objectivos a que nos propusemos. Experimentemos então a toca da cremalheira de origem de 28 dentes e passemos para uma de 27. Diminuindo o número de dentes ganharemos velocidade, coisa de que padece este modelo com o novo motor de que vem equipado.


 Substituída a cremalheira, a nossa atenção centra-se agora no patilhão. A substituição das palhetas é uma obrigação, já que as de origem se mostram extremamente grossas e com isso, a frente do carro apresenta-se demasiado elevada. Também por vezes, notava-se alguma falta de corrente, provávelmente causada pela dificuldade que estas palhetas grossas e duras dificultavam na sua afinação.
 Mas aproveitava-se e retira-se o patilhão, desbastando algumas rebarbas que interferirão certamente no bom desempenho deste órgão. Retiram-se também os parafusos allen de que vem originalmente equipado, como forma de fixação dos fios do motor às palhetas e substituem-se pelas convencionais carapuças terminais (fotografia debaixo).
 Em baixo, palhetas originais retiradas e montadas as novas, de origem MB Slot. Depois desta operação concluída, há necessidade de se proceder novamente ao acerto da altura do eixo frontal, deixando-o de modo a que à mínima inclinação do mini-modelo, os pneus da frente de atrito reduzido, apõem na pista e sirvam para um aumento de estabilidade em curva.
 E a verdade é que trouxe frutos de imediato, baixando agora significativamente os tempos. 12,38" começa a prometer. Mas é sobretudo na segurança do modelo que os melhoramentos se começam a fazer notar. Já rola independentemente do tipo de curva, com maior fluidez, começando nós a ganhar confiança e a perceber que se pode ir arriscando um pouco mais em cada entrada de curva.

 Os tempos foram paulatinamente baixando, à medida que a confiança ía aumentando.
 Este Alfa começou a proporcionar verdeiro gozo e sempre que apertava um pouco mais ele correspondia. O aumento de confiança não saía gorado e eu apertava cada vez mais e cada vez mais lá ía surgindo um melhor registo. 12,15" acabaria por ser o melhor tempo registado, bem longe dos 12,77" do primeiro teste. 0,62" não foiu só o que se ganhou, pois consegue-se andar num registo por volta dos 12,20", 12,30", sem que se corram riscos de despiste e sempre com a maior fluidez..
É de facto notável para um modelo em que se nota falta de motorização, estreito e alto, mas tal como digo sempre, a Slot.It surpreende-nos em cada uma das suas novas criações.
E eu, cada vez estou mais encantado com este Alfa.