sábado, 3 de novembro de 2012

Porsche 911 GT1 EVO 98 - Slot.It

A par da chegada do novo Chaparral 2E, a Slot.It brindou-nos também com a chegada de um modelo com que nos andava à muito, a aguçar o apetite. O Porsche 911 GT1 EVO 98, não sendo para o Slot uma novidade, era no entanto aguardado com bastante expectativa pois espera-se dele, performances fora de série.
 Como modelo, apresenta-se de aparência apelativa, deixando no entanto algo a desejar no que se refere à reprodução da frente do modelo, já que esta surge excessivamente elevada.
Apresentando-se com um peso total de 78.2g, com alguma preparação acabará por conseguir-se ainda algum ganho neste particular. As tomadas de ar sobre o capôt traseiro, parecem-nos bem representadas.

Uma carroçaria baixa e um patilhão alongado a aproveitar ao limite o comprimento da sua frente, serão o mote que lhe permitirá um generalizado equilíbrio para um comportamento quase exemplar.


Na sua série Fly Racing e a seu tempo, uma decoração igual mas respeitante à sessão de testes de Le Mans em 1998, chegou a ser editada.

Mas antes desta chegada, já à uma década atrás, a Fly editava este belo modelo. E fê-lo na sua série corrente, como tirou também ainda partido das suas excelentes características, para o editar na sua série Fly Racing, dedicada a modelos fabricados de acordo com parâmetros mais desenvolvidos e pensados exclusivamente para a competição.
E no campo das suas proporções, o velhinho Fly mostra-se mais cuidado, apresentando-se com uma frente mais baixa, o que acaba por torná-lo mais realista. E a frente do Slot.It, continua a pecar pela nervura provocado pelo molde e que descaracteriza de algum modo, a forma da boça de escoamento de ar lateral.
Não sendo um modelo que dê para explorar grandes pormenores, os conceitos actuais de produção, pouco puderam inovar para fazer deste novato, uma montra de pequenos pormenores de classe, acabando por se superiorizar ao modelo da Fly, apenas na reprodução do gancho de reboque que surge mesmo na frente do modelo.
A janela de escoamento de ar mesmo a seguir à roda da frente, não segue o melhor dos padrões, no que concerne ao seu verdadeiro formato, surgindo no modelo da Fly, melhor representado.
Parecendo-me algo mais correcto na secção traseira, acaba por perder imenso na interpretação que deu à secção frontal, já que a sua frente ao nível das tomadas de ar frontais, surgem demasiado altas.
No capôt traseiro surgem duas tomadas de ar, mas no modelo da Fly, estas encontram-se bastante maiores, o que não condizem com a realidade.

Quanto a pormenores, encontram-se muito próximos um do outro. Apenas na reprodução das jantes, embora consideremos de aparência mais realista as da Slot.It, na verdade, encontram-se muito mais correctas as da Fly, já que o número de raios é o mais correcto.

Incomparáveis, encontram-se ao nível dos conceitos mecânicos e aqui, deve ter acabado de nos chegar uma verdadeira máquina de competição.