quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Os rivais americanos, na Carrera

AC Cobra e Cheetah, foram duas obras mascaradas, por parte da Ford e da Chevrolet, para contornar o acordo a que haviam chegado as duas marcas, no não envolvimento oficial em competições. Nasciam assim o AC Cobra, numa obra de Carol Shelby e o Cheetah por parte de Bill Thomas, que apostando nas motorizações das duas marcas, continuavam assim de modo camuflado, a rivalidade que os havia motivado durante longos anos. 

 A Carrera traz-nos agora duas versões de cada um deles, numa extensão do que a MRRC já fez.
 O AC Cobra agora produzido, serve-se do modelo mais básico, não surgindo a carroçaria alargada na zona das vias. O modelo vermelho representa a versão participante nas 12 Horas de Sebring.
 As duas edições apresentadas divergem sobretudo na ausência ou presença do hardtop, para além das cores que correspondem a provas distintas.


 Igualmente, o Cheetah surge também em duas versões, ainda que sejam menos notórias as diferenças entre ambos, para além da cor. É sobretudo no capôt-motor que se encontram as maiores divergências entre ambos.
 Igualmente de excelente reprodução, este Cheetah e o AC Cobra, não deixarão indiferentes os seus apreciadores.

 A versão negra, corresponde à participação nas 24 Horas de Daytona, em 1964.