segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Peugeot 307 WRC - Comparativo

O Peugeot 307 WRC, foi um carro que militou no Mundial de Ralis oficialmente, mas mostrou-se de extrema dificuldade a sua condução.
Sem que tivesse atingido os grandes resultados do seu antecessor, o modelo 206 WRC, não deixou no entanto de aguçar o bico aos fabricantes de Slot, que desde a Carrera, passando pela Superslot, Ninco e SCX, todos acabaram por fazer uma vénia a este modelo, acabando por editá-lo.
Mostram-se aqui as produções da Ninco e da SCX, numa representação das réplicas do Rali da Suécia no caso da Ninco e da Argentina, por parte da SCX.
Em qualquer dos casos, a representação com que surgiram com a publicidade da tabaqueira "Marlboro", acabou por ser evitada.
E na minha opinião, também nenhum dos modelos se encontrará no privilégio de ser considerado como uma boa reprodução. E se o modelo da Ninco ainda poderá disfarçar qualquer coisa, a reprodução da SCX encontra-se francamente má.
Com alguns maus pormenores, o Peugeot da SCX fica bem longe da qualidade apresentada pelo rival da Ninco. Os faróis frontais  são um desses flagrantes exemplos. Também as grelhas, tanto as integradas no capôt como as do pára-choques, estão muito melhor conseguidas no modelo Ninco.
A Ninco apresenta um Peugeot cuja linha de cintura se situa num plano mais alto relativamente ao rival, mas uma capota mais baixa permite-lhe uma altura total, inferior.
Com um modelo mais comprido e estreito, a SCX parece ter assumido uma melhor equivalência à escala.
De visual mais compacto, o 307 da Ninco não parece mostrar-se com o melhor compromisso estético. A imagem longilínea do modelo da SCX, corresponde mais a realidade desta versão da Peugeot.
Com uma frente mais estreita, o Peugeot da SCX parece mostrar essa secção mais proporcionada. Contudo, a altura ao solo com que se apresenta, parece demasiado irreal.
A existência de suspensões no 307 da Ninco, é uma mais valia.
Acreditamos, por ser prática corrente na Ninco, que o seu modelo se encontre disformemente alargado.
Um aileron demasiado recuado aliado a uma traseira cujo pára-choques se mostra também ele excessivamente alongado, conferem a este modelo que já por si se mostra longe de ser atraente, na interpretação da SCX, pouco realista e de muito fraco interesse estético. Mas a forma proporcionada pela capota no modelo Ninco, parece também não ajudar muito.