domingo, 6 de março de 2016

Campeonato Clássicos Sport Protótipos 2016 - Arrancou

 Arrancou o campeonato destinado a modelos Sport Protótipos Clássicos, aberto a modelos dos fabricantes Slot.It e NSR.
A grande aposta recaíu nos modelos oriundos do primeiro fabricante, tendo-se visto apenas um Ford P68 do rival italiano.
 Com 12 pilotos inscritos para esta primeira jornada, teve lugar a prova de qualificação que mostrou de imediato ao que vinha Augusto Amorim e o seu fantástico Matra MS 670B.
Mas houve dois modelos especialmente escolhidos pelos pilotos, onde a opção maior recaía sobretudo no Chaparral 2E e no Mc´Laren M8D, ambos da Slot.It.

A qualificação:
David Fernandes


Luís Azevedo


Carlos Afonso


David Azevedo


Rui Mota


Ricardo Ferreira


Marco Silva


Augusto Amorim


Francisco Matos


Gil Oliveira


Vítor Lopes


César Amorim


Augusto Amorim obteve o melhor registo duma qualificação, onde alguns pilotos e as suas máquinas conheceram algumas dificuldades inesperadas, após a montagem de pneus novos. Escolhidas as calhas, era hora de ordenar os pilotos para a partida deste início de campeonato.


A prova decorreu recorrendo-se à opção de seis calhas virtuais, tendo iniciado a prova os pilotos David Fernades, Vítor Lopes, Gil Oliveira, David Azevedo, Francisco Matos e Carlos Afonso. Esta jornada trouxe-nos a grata surpresa de vêr integrado no nosso seio, o piloto Gil Oliveira, o homem que faz velocidade no BMW mais bonito de Portugal. Aqui, a dar os seus primeiros passos, sentiu as naturais dificuldades inerentes à passagem da escala real, para uma muito mais reduzida. Outras habilidades e dotes se exigem, até ao domínio destes endiabrados diabinhos.
 Em baixo, Gil Oliveira em plena acção no decorrer da Rampa Internacional da Falperra.

 E aqui, tudo apostos, foi hora de vêr-mos Gil Oliveira atrapalhado com novas preocupações.

 Iniciada a prova, David Azevedo, Luís Azevedo, César Amorim, Augusto Amorim e Rui Mota, mostravam-se como os pilotos mais aptos pela discussão pelas melhores posições. Mas a luta pela vitória ficava-se entre Augusto Amorim e Luís Azevedo, numa batalha que deixava a incerteza até ao final da prova. No entanto, era o homem do Matra Simca que haveria de se impôr. Para os lugares seguintes, encontravam-se César Amorim, David Azevedo e Rui Mota. Este último a sentir dificuldades nas duas últimas calhas, não conseguia guerrear-se com César Amorim, que impunha rapidez e constância de andamento, no único Ferrari 312 PB, o modelo mais antigo do fabricante Slot.It, deixando atrás de si, uma guerra titânica entre David Azevedo e Rui Mota, ambos em Mc'Laren, tendo-se imposto este último, por escassos metros.
 Outra guerra interessante situou-se imediatamente atrás destes, entre os vimaranenses Marco Silva e Carlos Afonso e ainda o regressado Ricardo Ferreira. A sexta posição pendeu para o segundo piloto destes e igualmente pela diferença de metros, tendo Ricardo Ferreira ficado a uma volta destes dois pilotos e a pagar a factura da falta de treinos.
 Vítor Lopes seguiu-se-lhes com o seu Ford P68 da NSR, a mostrar que talvez a sua máquina não esteja à altura dos modelos da Slot.It. David Fernandes não conseguiu desta vez ir além do oitavo lugar, muito por culpa de um Chaparral pouco capaz das necessárias performances. Instável e pouco veloz, não lhe permitiu grandes veleidades neste primeiro confronto.
 Nas duas últimas posições, os dois Ford GT40, com Francisco Matos a impôr-se naturalmente a Gil Oliveira. No entanto, referir que em nenhum dos casos as máquinas se mostraram capazes de lutar de igual para igual com a restante concorrência. De louvar contudo, a excelente postura de Gil Oliveira, a debater-se contra as suas naturais falhas de iniciado na matéria, mas a demonstrar um auto-domínio capaz de se abster dos andamentos dos demais concorrentes.
 Um campeonato que promete mais por parte de alguns concorrentes e que poderá vir a demonstrar uma crescente animosidade por parte de alguns pilotos mais ambiciosos.
 Em baixo, o Matra-Simca  MS 670B que Augusto Amorim levou à vitória.


Pódio final da prova

Pódio - Pilotos Ouro

Pódio - Pilotos Prata

Pódio - Pilotos Bronze
Mais se promete para a segunda jornada, onde evoluções por parte de algumas máquinas e pilotos será uma certeza.