sábado, 3 de fevereiro de 2018

Fecho de campeonato Grupo C - Um novo vencedor

 Deu-se por findo esta sexta-feira última, o campeonato dedicado aos modelos de Grupo C, em mais uma prova organizado pelo Clube Slot do Minho e que reuniu catorze participantes, tendo-se visto naturalmente o número de concorrentes a apostar no Nissan, em maioria, já que ao longo de todo este campeonato se foi mostrando como sendo o modelo com as melhores armas para a conquista da vitória.
 Assistimos inclusivamente, a David Azevedo a apostar numa nova montada deste mesmo modelo, mas que infelizmente acabaria por ceder fruto da juventude.
 Mas a grande surpresa desta última jornada acabaria por vir afinal da grande subida de forma por parte dos Porsche 962 IMSA, que acabariam mesmo por ocupar as duas melhores posições do pódio e com um desempenho absolutamente surpreendente por parte do jovem David Fernandes.
Mas foi intensa a luta pela vitória, já que tanto Rui Mota como Paulo Mendes que acabariam a prova com o mesmo número de voltas, tudo tentaram para contrariar a ponta final imposta pelo petiz.
Mas houve também que contar com Luís Azevedo que acabaria por terminar a mesma a apenas duas voltas do vencedor. Marco Silva ainda tentou a aproximação a Augusto Amorim, embora sem o conseguir, ainda que este último se tenha mostrado abaixo das suas habituais performances.
Miguel Carvalho mantinha-se também numa interessante luta com Nuno Mendo e acabaria por se impôr ao andamento do seu mais directo adversário. A luta pelas 9ª, 10ª e 11ª posições foi também interessante, tendo sido protagonistas Eugénio Veiga, José Pedro Vieira e Luís Pinto, sendo que José Pedro Vieira se debatia com um Toyota ineficaz e os outros dois pilotos acabariam por demonstrar uma subida de forma muito interessante.
Marco Freire e João Preto é que tiveram desempenhos opostos, já que se o primeiro decaíu relativamente à sua prestação da jornada anterior, João Preto por seu lado, assumiu uma crescente maturidade tanto no desempenho da sua melhor performance, como num aumento de cosntância em pista.



 E no final, até houve quem tivesse partido o motor, pelo menos assim o parece demonstrar a imagem....
  E feitas as contes, Paulo Mendes arrecada mais um título, secundado por Augusto Amorim e David Fernandes a conquistar a terceira posição.
Depois, bem depois, começaram a surgir em pista as máquinas para o campeonato que se segue, os GT's para o campeonato GT Open.