segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Resistência TT GT Team

 Foi este sábado que nas instalações do GT Team decorreu uma prova de resistência de 2.30H e onde a pista ali montada para o efeito, recebeu cinco equipas.

 A recta maior era constituída por alguns saltos que metiam respeito e culminava com uma grande subida onde no topo se fazia o regresso ao resto do traçado.
Alguns dos concorrentes, aproveitaram o momento para através das suas objectivas fazerem pequenos apanhados fotográficos.


 Como a pista era de quatro calhas e havia cinco equipas inscritas, houve necessidade de se recorrer a uma calha virtual, calha essa de onde partia o Team Blach & White, constituído por David Fernandes e Rui Mota, num Bowler.
 As restantes equipas eram constituídas por Ferreira/Mika Monteiro (Team Speed Car Books)-Mitsubishi Pajero, David Fernandes/José Marques (DJ Team)-Mitsubishi Pajero, Paulo Mendes/Francisco Matos (MM Racing Team)-Volkswagen Touareg e Augusto Amorim/Luís Azevedo (GT Team Off Road)-Bowler.
Depois dos treinos, pilotos e máquinas aprontaram-se para o arranque da batalha, sobre o olhar atento de membros do Clube Automóvel de Viana do Castelo.


 Iniciada a contenda, de imediato o GT Team Off Road mostra a intenção única com que se fez à prova, mostrando Augusto Amorim um impressionante andamento que os demarcou de imediato das demais equipas. O Team Speed Car Bokks, desde muito cedo que se começou a deparar com desgaste prematuro da cremalheira, o que paulatinamente os ía fazendo retardar. Enquanto isso, MM Racing Team e DJ Team, mostravam-se com andamentos próximos, mas com clara vantagem para os primeiros.

 A segunda manga ocorreu com a entrada dos Black & White, mostrando também andamento superior, mas incapazes ao mesmo tempo de imprimir andamento que lhes permitisse um verdadeiro ataque à liderança. Mas o infortúnio ocorreu com o Team Speed Car Books, já que a inevitabilidade da troca da cremalheira, os empurrou definitivamente para o fim da tabela, não lhes permitindo qualquer veleidade quanto a uma possível fuga à última posição da prova.

 E a prova foi decorrendo com a constância de um andamento impressionante por parte do GT Team Off Road que os levaria sem qualquer oposição à conquista da primeira posição final e com ganho de posições por parte do Team Black & White até atingirem o segundo lugar. Quanto à terceira posição, essa foi também sendo cimentada pelo MM Racing Team que entre ganhos e perdas relativamente ao DJ Team, a vantagem acabaria por pender a seu favor. Sem qualquer hipótese de arrebatar lugar algum e situando-se na quinta posição após o atraso inicial, vira a qualificar-se o Team Speed Car Books.


 Em baixo, o grande dominador de uma prova em que os saltos existentes no traçado, constituíram a grande dor de cabeça à generalidade das equipas.


 Pelo meio, houve ainda necessidade de se recorrer a uma pequena reparação no traçado desta pista montada especificamente para o evento.
 O pódio dos modelo, onde os Bowler foram os claros dominadores e onde por antítese, os Mitsubishi Pajero se mostraram incapazes de rivalizar com a restante armada de participantes.
 No pódio de pilotos, Augusto Amorim e Luís Azevedo do GT Team Off Road, subiram ao lugar mais alto.