terça-feira, 5 de julho de 2011

Porsche 356


O modelo 356 da Porsche, marcou o início de uma longa e bem sucedida história de relevo no mundo automóvel, marcado sobretudo pelos imensos sucessos desportivos da marca, sobretudo nas provas de longa duração.
Mas o 356 teve o seu antecessor, apesar na enorme semelhança de carroçaria.
O primeiro modelo desta marca ficou conhecido por Porsche Nº1 e trata-se de um espartano cabriolet que pode ser observado na imagem de baixo na cor prateada e junto ao tractor.
 A seu lado e na cor preta, o modelo apresentava já muita semelhança com o futuro 356. Mas a sua designação oficial foi "Gmünd".
Seguiu-se-lhe o Porsche "Stutgard", onde para além do modelo coupé, era também comercializado um bonito modelo cabriolet. Em baixo mostram-se estes dois modelos, facilmente confundíveis com o futuro 356. Olhando para o modelo coupé, pode reparar-se numa pequena vinca na capota, herdada do anterior modelo "Gmünd" cujo óculo frontal se encontrava dividido por um pilar central.
 Depois sim, a primeira série do bem nascido 356. E deste surgiam 4 variantes num modelo que passou a ser conhecido por Porsche 356A e duas delas um pouco mais musculadas. Para além das versões Coupé e cabriolet, a Porsche apostava no mercado americano através do modelo aberto Speedster, que naquele continente foi muito apreciado. Também uma versão "Carrera" preenchia as propostas de oferta, onde na sua maioria esta versão foi orientada para a competição.
Em baixo, o modelo Speedster que através dum pára-brisas mais baixo que na versão cabriolet, acabou por conquistar os apaixonados dos automóveis nos Estados Unidos.
 E como em tudo, a versão 356A sofre alguns melhoramentos mecânicos, mas também estéticos, recebendo a designação 356B. As carroçarias são retocadas e surge para além das versões Coupé e Cabriolet, a versão Hardtop.
 Em baixo pode observar-se a carroçaria do modelo 356 Hardtop, onde a secção traseira facilmente se distingue das restantes carroçarias.
 Esta série viria a culminar com a versão 356C.
Coupé e Cabriolet são mantidos, assim como surge uma versão Carrera cuja principal diferença para as versões Coupé se situava debaixo do capôt-motor.
 Em baixo o Coupé, o Cabriolet e a versão Carrera do 356C.
 Mas este modelo da Porsche serviu ainda para algumas interessantes versões, como a imitação do Pink Pig de Le Mans e o modelo que ainda hoje surge nalgumas concentrações de automóveis antigos, propriedade da GNR.
 As versões Carrera serviram básicamente o mundo do desporto automóvel.
 E a primeira incursão da marca em Le Mans, ocorreu através deste protótipo 356 no ano de 1951, onde se sagrou vencedor à classe.
 Outras participações na mesma clássica foram protagonizadas por estes modelos.
 Em baixo e ao centro, uma das apreciadas versões Speedster bem ao estilo americano.