quinta-feira, 28 de julho de 2011

GT40 MKI - Slot.It

 Já é possível fazer-se uma comparação entre os dois Ford GT40 de edição Slot.It.
Depois do curioso lançamento do modelo de Alan Mann, o fabricante italiano disponibilizou-nos o nosso mais conhecido e decorado com as cores da petrolífera Gulf.
Mas se na essência se trata do mesmo carro, nos pormenores, conseguem detectar-se pequenas diferenças.
 Numa vista superior, a silhueta de ambos os GT40 é absolutamente igual. Repartindo a mesma frente e o mesmo capôt traseiro, numa vista descuidada parece estarmos perante o mesmo modelo. Mas não, embora quase iguais, vamos detectar os pormenores que marcam a diferença.
 Na vista frontal, não há dúvida de que se trata do mesmo modelo. Em tudo iguais, não será aqui que qualquer deles possa demarcar-se nas diferenças.
 Já a traseira denuncia alguns pontos em que se encontram em desacordo. O conjunto óptico do modelo vermelho encontra-se repartido num jogo duplo de reduzida dimensão. Já no modelo azul podemos encontrar stop's maiores e apenas um de cada lado, que integram a luz de presença, stop e pisca. Também acima deles, surgem dois rasgos de arejamento de forma curva, assim como mais uma na parte central superior e acima dos escapes, inexistentes no primeiro modelo.
 A secção frontal na vista superior, mostra como a pequena tampa que constitui o capôt da frente, é bem distinta em ambos. No modelo vermelho, a saída de escoamento de ar do radiador está seccionada, sendo única no segundo. Um melhoramento que o modelo da Gulf denota e de muito meu agrado, é a nova representação da escova limpa-pára-brisas. Surge agora de uma finura extrema a reproduzir de forma muito melhorada a realidade. Porém, esta demonstra uma solidez ímpar.
 A frente de ambos numa vista lateral, não mostra disparidades.
 A secção traseira na sua vista superior, para além duma grelha distinta, mostra no modelo vermelho as trombetas que viriam a fazer parte de todos os modelos da evolução do MKI, o Ford GT40 MKII. O modelo da Gulf prescindiu destas tomadas de ar.
 Lateralmente também nada a apontar, para além do novo desenho das jantes e das tomas de ar superiores que nesta vista se encontram bem perceptíveis.
 Mecânicamente tudo igual à excepção da introdução de um patilhão de lâmina alongada. Mais comprida portanto, nota-se que chega mais à frente do que o da primeira série.
 E quanto aos pesos, devemos referir que na balança os registos foram diferentes. A edição do modelo vencedor de Le Mans trouxe um ganho de 0,1g. Em várias tentativas de pesagem, o resultado foi sempre confirmado. Mas então onde está a diferença?

 Retiradas em ambos as carroçarias, parece que o ganho se deve mesmo à nova carroçaria. Ultra leves, a nova, cifra a diferença nos mesmos 0,1g.
 Super ligeiras, estas carroçarias foram reduzir peso em tudo o que era possível e assim, embora apresentem um detalhado habitáculo com piloto de corpo inteiro, isto só acontece numa observação exterior, porque quando despido, bem vemos que o boneco que se encontra integrado no próprio banco, foi alvo de grande perda de peso. Sem dúvida um excelente trabalho este apresentado pela Slot.It.