quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Mercedes SLS - 24 Horas Dubai 2011 - SCX

O recentemente chegado Mercedes SLS da SCX e aqui mostrado em post anterior, representa um dos dois modelos inscritos nas 24 Horas do Dubai pelo Team Black Falcon, este ano.
No modelo com o Nº7, inscreviam-se os pilotos Thomas Jäger / Jan Seyffarth / Kenneth Heyer, que com as suas 594 voltas se classificavam na terceira posição final a 4 voltas do BMW Z4 vencedor.
Para o segundo modelo deste Team e com o Nº8 encontravam-se inscritos os pilotos  Ralf Schall / Timothy Pappas / Bret Curtis / David Horn. Este modelo veio a envolver-se numa colisão vindo a completar a mesma na 24ª posição final e 12º da classe, a 69 voltas dos vencedores. Este é o modelo aqui mostrado, embora a SCX tivesse já editado também o modelo com o dorsal 7.
Em baixo, uma imagem com os modelo 7 e 8 alinhados à porta das boxe.

Um primeiro erro detectado, está na saída de escoamento de ar das cavas das rodas da frente, mesmo antes da porta. Nessa zona, não existe qualquer friso a meio, tal como surge na reprodução da SCX. Isso obrigou a que o logótipo da "Fuchs" tivesse que ser deslocado para a porta.
Mas inscrito pela Heico Motorsport mas com preparação da mesma origem, apresentou-se ainda o Mercedes com o dorsal 9. Pilotado por Bernd Schneider / Lance David Arnold / Andreas Wirth / Brice Bosi / Christiaan Frankenhout, viria este conjunto de 5 pilotos a terminar em 7º a 18 voltas da equipa vencedora.

Este foi o melhor sucedido dos 3 modelos da Mercedes.
O minimodelo encontra-se bem reproduzido, mas a frente que está também muito boa, peca por integrar juntamente com a estrela da Mercedes na grelha, um aro a toda a volta. Esta no modelo real não está lá. O gancho do reboque na parte superior da grelha, também não está lá no modelo da SCX. Isto são falhas....

O modelo Nº9, era em tudo igual aos outros, embora inscrito por uma equipa diferente.

Mas através das imagens é possível observarem-se mais algumas incorrecções cometidas na reprodução.
A SCX embora não se tivesse esquecido de integrar o pequeno Nº8 no óculo traseiro (lado esquerdo), indesculpávelmente não integrou a grande faixa branca na parte superior do mesmo.
O gancho de reboque também não surge, assim como se encontram mal reproduzidas as derivas de escoamento de ar inferiores. Estas deveriam ser maiores, mas talvez tenha sido propositado, já que em termos de modelos de Slot, ter que arrastar nalgumas curvas, seria sem dúvida, grande prejuízo.
E a parte mais chocante, prende-se mesmo com a reprodução dos stop's. Transparentes, porquê? Afinal são quase na totalidade vermelhos, com dois finos frisos que poderiam ser reproduzidos através da transparência. Esta, é indesculpável.