terça-feira, 1 de março de 2011

956 da Joest

A Porsche teve no modelo 956 e mais tarde baptizado de 962, o grande sucessor do seu grande ícone 917, modelo este que conseguiu a primeira glória para a marca, na mais mítica de todas as resistências, Le Mans.
O novo modelo da marca e que teve estreia vitoriosa na citada clássica em 1982 através da obtenção dos três primeiros lugares absolutos, doze anos após o seu grande êxito com o 917, acabou por ver na privada "Joest" que participava com modelo idêntico aos oficiais, um grande e sério adversário nos anos de 1984 e 1985 e que viriam mesmo a triunfar em ambos os anos. 1986 poderia ter visto continuado este êxito dos carros amarelo e preto, não tivesse sido a entrada do Pace Car a obrigar os carros a circular demasiado lento de forma a não permitir o necessário arrefecimento dos motores, o que viria a causar fatal quebra do citado órgão mecânico.

 O fabricante Slot.It ofereceu-nos estas prendas integradas na sua série dedicada aos modelos vencedores das 24 Horas de Le Mans. O modelo de 1984 é facilmente identificado pelo grandioso logótipo da "Pierlant" na zona frontal, imediatamente acima do seu principal sponsor, a New Man. Relembre-se por curiosidade, que esta equipa alemã era na altura liderada pelo português Domingos Piedade e que mais tarde viria a assumir igual lugar de destaque na equipa "AMG" que inscrevia os Mercedes no campeonato DTM.

 Na mesma série de vencedores de Le Mans, a Slot.It editou ainda essa histórica vitória da Porsche em 1982, em que os três primeiros lugares foram obtidos pela mesma ordem sequencial dos dorsais dos modelos.

 E quanto aos bonitos modelos "New Man", hoje já alvo de alguma cobiça por parte de coleccionadores e amantes da marca, tratam-se de dois 956 em quase tudo iguais, sobressaindo as maiores diferenças ao nível das suas decorações, apesar de também aqui, não serem verdadeiramente significativas.
 De pintura basicamente inalterada, a colocações de novos posicionamentos de patrocínios, ou a mudança das cores da petrolífera BP, a fazerem a subtil distinção entre ambos.
 Nos pneus, a marca Dunlop mudou do branco para o amarelo.
 O tampão do combustível surge também ligeiramente modificado.
 Os radiadores existentes nos pontões laterais, surgem melhorados, fazendo parte dos ligeiros melhoramentos que esta carroçaria tem vindo a sofrer desde que foi editado o primeiro 956 deste fabricante.

 Mecânicamente, poderemos apontar como sendo mesmo a mais significativa das alterações, pois o original chassis que admitia apenas motor em posição Inline, permite agora a adopção de motor boxer em posição Anglewinder, embora o conceito de série continue a passar pela adopção do motor de caixa pequena em posição Inline. Também a motorização mais recente é a de tampa laranja e o berço é algo distinto do primeiro. Pode reparar-se por exemplo na zona de encaixe do íman.
Tratam-se os dois, de um dos também mais bem sucedidos modelos deste fabricante e sobretudo, dois cobiçados modelos de colecção.