quarta-feira, 9 de março de 2011

Mazda 787B

MAZDA 787B
A Mazda em 1991, conseguiu um feito histórico para a marca, para o Japão e sobretudo, para a sua concorrência japonesa.
Nissan e Toyota chegaram a fazer investimentos descomunais, na tentativa de conseguir a vitória em Le Mans. A mais pequena rival Mazda que vinha fazendo grandes progressos no lento desenvolvimento dos motores Wankel substituía a evolução 13J pela R26B para a edição de 1991 das 24 Horas de Le Mans. Estes motores, pequenos de cilindrada e de consumos, mas grandes em rotações e potência, eram uma vez mais a aposta deste construtor do sol nascente. Como ponto mais fraco, a duvidosa durabilidade numa prova desta envergadura.



Aspiração natural num motor de 654cc e capaz de atingir os 900hp (670KW) de potência, equipado com uma caixa manual de 5 velocidades da Porsche e um peso de 830Kg, aliados a um investimento de baixa monta quando comparado com os consagrados gigantes do Japão, foram a receita para o grande vexame a todas as marcas presentes, especialmente para os seus rivais de país, ao consagrar-se como primeiro construtor nipónico a saír vitorioso nesta clássica e até à data, o único a consegui-lo.

Afinal esta apurada motorização de truques complicados ao nível do seu êmbolo e complexos segmentos, mostrou-se surpreendentemente à altura das maiores dificuldades que uma prova destas sujeita sempre as mecânicas, levando de vencida os seus rivais de prova.
E enquanto a Mazda não nos faz chegar o seu verdadeiro e digno substituto, vai sendo deste a imagem que vamos eternizando quando associamos os grandes êxitos japoneses, a esta clássica francesa.
E para o Slot e graças ao fabricante italiano Slot.It, podemos usufruir há já algum tempo desta preciosidade para os nossos mais caseiros confrontos. E o resultado em pista é mesmo dos melhores, quase nos deixando autoridade para podermos afirmar, que está ao nível do modelo 1/1 que lhe deu origem.
Como anunciado em tempo útil, um dos aspectos de menor agrado, a reduzida dimensão do conjunto jante/pneu traseiro, assim como a pouca profundidade que estas apresentam relativamente à imagem real. Ainda referente à mesma zona, poderemos acrescentar também, que a cava da mesma não corresponde à melhor interpretação, uma vez que o excesso de plástico entre a cava própriamente dita e a superfície do capôt, é exagerado. Pormenores no entanto de pouco relevo, sobretudo quando o que se encontra em causa é o efectivo desempenho deste, em pista, o que não é posto sequer em causa.
Na imagem que abaixo se mostra, os aspectos focados tornam-se mais evidentes, transportando um visual algo desagradável. Roda pequena e muito plástico aliado ainda à má reprodução do próprio pneu, não fazem juz à real imagem deste Mazda.
Mas no mercado surge agora um modelo talvez capaz de com este rivalizar. Aqui o confronto só é nipónico na sua génese, pois verdadeiramente, a guerra parece passar entre a Itália e o Canadá. De resultados mais do que comprovados por parte da Slot.It, surge agora  a "MR Slotcar" com algumas novidades ao nível de conceitos mecânicos, que nos está a deixar verdadeiramente em pulgas por comprovar.

Numa primeira análisa visual do modelo, parece estar nos aspectos apontados ao modelo italiano como menos conseguidos, melhor trabalhado. Sobretudo no que ao insert das jantes traseiras diz respeito, está francamente melhor representado, o que comprova a possibilidade de se conseguirem boas reproduções a este nível. O conjunto das rodas da frente de que fazem parte o pneu, a jante e o tampão, parece estar também de melhor nível no recente conjunto. Quanto ao design geral do modelo, não parece haver grandes discrepâncias entre ambos. Mas o que à distância não se torna possível avaliar, fica na gaveta para numa primeira oportunidade se gerar um confronto geral, entre estes que parecem vir a ocupar um lugar de relevo  na prática da modalidade.
E se este modelo já se encontra dispenível pelos States, em breve teremos a grata possíbilidade de também o poder rodar pelas nossas pistas.