segunda-feira, 14 de março de 2011

Resistência BMW 3.20

Foi este sábado passado que em mais uma iniciativa conjunta entre Clube Slot de Braga e o GT Team Slot Clube, se realizou mais prova de resistência com a duração de 25 minutos por calha e em que os modelos admitidos eram os BMW 3.20 e o Alfa Romeo 156, ambos da Fly Racing, equipados com motorização NC-5 da Ninco e pneus P6 da Slot.It. Referir que os motores foram sorteados pela organização e os pneus novos foram entregues às equipas, para a prova.
Mas dada a diferença de performance existente entre ambos os modelos, a escolha generalizada recaiu sobre o modelo alemão.
Interessante foi assistir à quantidade de pilotos que se fizeram presentes, assim como o regresso de dois pilotos que à muito não nos davam o prazer de desfrutar da sua presença. Foram eles, o Bruno, o nosso homem dos "drift's" ao volante de um BMW e que se mantinha afastado da modalidade e também o regresso de Pedro Mota.
De referir que tanto um como o outro mostraram andamentos surpreendentes.
Na grelha, os modelos alinhados de acordo com o registo da qualificação, onde Luís Azevedo uma vez mais se impôs.
Na prova participaram equipas que integravam entre dois e quatro pilotos, tendo sido de duplas a maioria das opções.
Note-se que a equipa de Paulo Mendes e Emídio Peixoto, tomou a honrosa iniciativa de integrar no seu seio, os dois pilotos que há muito se encontravam afastados, com o consequente prejuízo de falta de máximo rendimento por parte destes inexperientes pilotos. Contudo, acabou por ser quase brilhante o desempenho de ambos.
Mas quem de facto apresentou andamentos de encher o olho, foram dois pilotos que se encontravam em equipas diferentes. Foram eles, Luís Azevedo e António Maia, este último a mostrar uma garra, consistência e rapidez, de verdadeiro campeão. Parabéns Maia, por tão brilhantismo apresentado.
No final, a "Art - GT Team" constituída por Luís Azevedo e Nuno Aguilar sagrou-se campeã, com cinco voltas de vantagem sobre "Os velhinhos", constituída por Augusto Amorim e Rui Mota. A terceira posição coube a António Maia e Daniel Costa, que demonstraram um andamento extraordinário.
Uma vez mais, o carro da Art na primeira posição....